As famosas ostras de Floripa


Cidade de mar, colonização açoriana. A herança geográfica e cultural de Florianópolis favorece, e muito, uma culinária rebuscada de frutos do mar. E essa qualidade, diversidade e sabor é mais um dos motivos que fazem de Floripa um dos melhores lugares para se estar.

As ostras, por exemplo, desde o seu cultivo até o seu consumo, são um desses sabores que atraem qualquer um. E é sobre elas que viemos falar hoje. Muito além de ser só um prato típico, temos muitas coisas para falar sobre a relação delas com Florianópolis.

Vem junto com a gente saber um pouco mais sobre esse fruto do mar e sobre essa cidade incrível e mágica! É só continuar a leitura 😉

Curiosidades sobre as ostras

1. Benefícios de saúde

Além de muito saborosas, as ostras carregam uma série de proteínas e outros nutrientes que auxiliam na manutenção da nossa saúde. Confira alguns desses benefícios:

  • Coração saudável: os altos níveis de ômega-3 , ômega-6 propiciam a diminuição do mal colesterol. As boas gorduras auxiliam na inibição das gorduras em ligação com vasos e artérias, reduzindo a probabilidade da gordura se acumular, o que pode causar diversas doenças cardiovasculares.

  • Regulação da pressão arterial: por conta do potássio e do magnésio, as ostras ajudam a relaxar os vasos sanguíneos

  • Cicatrização: O zinco presente nas ostras impulsionam a nossa cicatrização e o nosso sistema imunológico como um todo, agindo contra infecções e micróbios.

  • Circulação: as ostras possuem mais de 90% das quantidades diárias necessárias de ferro por porção. Esses altos valores contribuem para a formação dos glóbulos vermelhos, ajudando na defesa contra a anemia, por exemplo.

  • Ossos saudáveis: os minerais que encontramos nas ostras ajudam na manutenção da força dos nossos ossos. Cálcio, fósforo, ferro, zinco, cobre e selênio aumentam a nossa densidade mineral, protegendo de doenças como a osteoporose.

  • Perda de peso: um alimento bem equilibrado, com muitos nutrientes e poucas calorias. O ideal para quem quer perder peso, sem deixar de lado as necessidades do corpo.

2. Floripa é a Capital Nacional da Ostra

Florianópolis detém o título de Capital Nacional da Ostra, e é mais do que merecido! Cerca de 90% do que é comercializado no Brasil vem da nossa Ilha querida. E há quem já esteja consagrando a cidade como capital mundial desse crustáceo delicioso e saudável. Da só uma olhada no que a revista Condé Nast traveler falou sobre as ostras de Floripa aqui.

As fazendas Florianopolitanas de ostras

Ocupando quase 100 hectares de águas tranquilas no Sul da Ilha, principalmente no Ribeirão da Ilha, cerca de 5.000 pessoas garantem o seu sustento através da maricultura.

Esses habitantes se dizem fazendeiros de ostras. São cercas que dividem os criadouros, ou fazendas marinhas, como se fossem as propriedades de gado, onde cada um fica dentro de um espaço com os seus animais. A atividade, que foi impulsionada no início dos anos 90, recebem apoio e suporte de pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina em conjunto com o governo do Estado.

Quando a produção era gerenciada apenas pelos pescadores, o estilo de vida lembrava muito o dos primeiros colonizadores, tudo de forma mais simples e cultural. Vários inclusive ainda trocavam as suas ostras por outros produtos.

>>As etapas

Na barra da Lagoa, nos laboratórios de criação da UFSC, são compradas as matrizes. São cerca de 100 mil por R$100, em que a 7 a cada 10 irão vingar e engordar. Inicialmente elas se parecem com um grão de areia, e é em torno dessa pequena matriz que o molusco se desenvolve.

Por mais ou menos uns 6 meses, as ostras ficam engordando enquanto se alimentam dos detritos que estão no mar e filtram a água. Depois desse período, já estão prontas para a venda.

>>Características de Florianópolis melhoram a produção

Se observarmos outros grandes produtores, como a França, que domina muitas tecnologias e é exemplo para o mundo, notamos que Floripa apresenta condições naturais completamente favoráveis para o desenvolvimento. Enquanto no país Europeu as ostras podem demorar até 3 anos para crescer, aqui na Ilha de Santa Catarina esse período é reduzido a seis meses.

Águas rasas e ricas em nutrientes trazidos da Serra do Mar, no continente, pelos rios e chuvas fazem do nosso mar um ambiente mágico e perfeito para o molusco.

E o reflexo disso são baías que se transformaram em verdadeiras minas de ouro. Quem entra no ramo hoje leva em torno de quatro a cinco anos para ficar bem de vida.

A Fenaostra

E é claro que uma cidade com uma produção tão grande e relevante no cenário da ostra não poderia deixar de fazer a Festa Nacional da Ostra e Cultura Açoriana, a Fenaostra. Desde 1999 o evento promove anualmente o mercado para os produtores e consumidores, resgatando a cultura e a gastronomia herdadas dos Açorianos.

Aprender e sobre as características desse prato e de como é a sua produção na Ilha da magia enriquece o nosso conhecimento e as nossas ideias, além de nos ajudar a valorizar a tradição e o trabalho de todos que estão envolvidos nesse processo que traz para as nossas meses um sabor único, particular e muito valioso. Desde quem cultiva até quem prepara e serve, são todas pessoas ricas dessa história!

Mas temos certeza de que você também quer saber onde comer essas deliciosas ostras na Ilha, não é mesmo? Então aproveite para conferir 3 dos diversos lugares imperdíveis para saborear:

Umas e Ostras

Com um nome super criativo, uma bela opção para saborear é o Umas e Ostras. São diversos pratos de frutos do mar que complementam o cardápio fabuloso que conta com diversas formas de preparo das ostras: natural, gratinada, ao bafo, alho e olho, milanesa, vinagrete e até refogada.

Ostras & Ostras Coisas

Tanto no ambiente interno quanto no externo e o no deck, o Ostras & Ostras Coisas oferece um cardápio bem diversificado e de alta qualidade de frutos do mar. Ah, e a maravilha por lá não se limita ao fabuloso sabor das ostras não, o pôr do Sol é outro ponto positivo para ir lá dar uma conferida.

Ostradamos

Mais um dos super frequentados restaurantes de ostras, o Ostradamos já recebeu da Revista Veja a premiação por melhor ostra. O atendimento é ótimo e você pode escolher entre ficar no ambiente interno ou apreciar a vista panorâmica da região optando pelo trapiche.

Então é isso! Aproveite essas delícias gastronômicas revestidas de cultural local e prazeres sensoriais! As ostras de Floripa são mais uma forma de imersão completa nesse lugar que praticamente nos engole com tamanha diversidade!

Até logo!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square